NOTÍCIAS

Agência Minas Gerais | Programa Jovem de Futuro estará presente em toda rede estadual em 2024

O programa Jovem de Futuro será ampliado para mais 12 Superintências Regionais de Ensino (SREs) da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG). Com essa expansão, a partir de 2024 estará presente nas 47 regionais de ensino, atendendo a 2.375 escolas da rede estadual mineira que ofertam o ensino médio.

SEE / Divulgação

A novidade foi anunciada pela  secretária adjunta de Estado de Educação, Geniana Guimarães Faria, nesta quarta-feira (29/11), durante o “5º Seminário Gestão pela Aprendizagem: Expansão e Consolidação do Circuito de Gestão Mineiro”, realizado em Belo Horizonte. 

“A expansão mostra como o Jovem de Futuro tem se concretizado como uma importante estratégia política aqui em Minas Gerais. Mas mais do que isso,  a consolidação do programa. O que esperamos é o envolvimento  de cada um dos diretores das superintendências que estão chegando, alinhando e se integrando com quem já estava. É assim que iremos consolidar este projeto de fato” , destacou a secretária adjunta de Estado de Educação. 

Também participaram do evento, a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Kellen Senra; o subsecretário de Articulação Educacional, Gustavo Pedroso; a superintendente de Políticas Pedagógicas, Graziela Trindade; o superintendente de Regulação e Inspeção Escolar da SEE/MG, Paulo Leandro; e a sub-gerente de Implementação de Projetos e Programas Educacionais do Instituto Unibanco, Maju Azevedo; além dos grupos gestores das 12 Superintendências Regionais de Ensino (SREs) que irão implementar a metodologia e representantes das SREs e escolas que já contam o programa. 

Os grupos são formados por superintendentes, diretores, coordenadores de Inspeção Escolar, inspetores escolares, analistas do EMTI da SRE, e um analista que será referência do programa na regional. 

Atualmente, 35 SREs que coordenam 1.971 unidades estaduais de ensino  já contam com a iniciativa. O objetivo é auxiliar os gestores nas ações e no desenvolvimento de planos estratégicos para diminuir a evasão escolar, por meio do programa da Busca Ativa, da Recomposição das Aprendizagens, e outras ações pertinentes que possam ajudar a melhorar os indicadores educacionais da rede, a partir de propostas pedagógicas. 

“O programa tem foco na gestão, visa a melhoria das aprendizagens à medida em que atua para fortalecer o trabalho em prol do nosso compromisso de assegurar o acesso à permanência e aprendizagem dos nossos estudantes”, explica a superintendente de Políticas Pedagógicas da SEE/MG, Graziela Trindade. 

O seminário mobilizou os profissionais da educação para embarcarem nessa estratégia de gestão das escolas de Ensino Médio, que é o Circuito de Gestão Mineiro. Já as atividades de formação, que irão acontecer ao longo desta semana, têm foco na preparação dos gestores regionais e inspetores escolares das SRE para a implementação do Circuito de Gestão Mineiro nas SRE e nas escolas.

Experiências compartilhadas 

A perspectiva da formação é disponibilizar repertórios relevantes que compõem o Circuito de Gestão Mineiro na escola e na SRE, partindo dos saberes e das práticas que os profissionais já têm e realizam. No dia 28/11, aproveitando a oportunidade desse momento de expansão, foi  realizado um encontro de compartilhamento de saberes e práticas entre 100 gestores escolares e aproximadamente 40 gestores e técnicos das 12 SRE, que já implementam o Circuito de Gestão Mineiro desde 2019. 

O encontro é a culminância do processo de Tutoria em Gestão Educacional e Escolar, uma ação de assessoria técnica contínua e estruturada, realizada desde julho deste ano, por meio de encontros virtuais e presenciais.

Jovem de Futuro

O programa foi  implementado pela SEE/MG, em parceria com o Instituto Unibanco, em 2019, disponibilizando para escolas, regionais e o Órgão Central da SEE/MG, metodologia e instrumentos que dão suporte ao trabalho de gestão pela melhoria da aprendizagem. 

“Para nós, é uma honra e um grande aprendizado termos a Secretaria de Educação de Minas Gerais como parceira. A partir dos conhecimentos adquiridos no trabalho com os profissionais da rede e dos aprendizados durante o desenvolvimento das atividades do programa, podemos corrigir rotas e aprimorar os métodos e ações pela aprendizagem dos estudantes mineiros”, explicou Maju Azevedo representante do Instituto Unibanco na colaboração da iniciativa. 

As ações do Jovem de Futuro estão estruturadas em cinco eixos – governança, assessoria técnica, formação, mobilização e gestão do conhecimento, que se articulam por meio do método Circuito de Gestão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *