NOTÍCIAS

Casa Limpa recolhe 4 toneladas de materiais na região sul

Cláudio Souza


Secretaria de Saúde

A Operação Casa Limpa contra o Aedes aegypti, realizada nesta terça-feira (20) pela Defesa Civil do Estado de São Paulo em parceria com a Prefeitura de São José dos Campos, recolheu 4 toneladas de materiais inservíveis que podem ser possíveis criadouros do mosquito transmissor de doenças como dengue, chikungunya e zika.

Foram retirados pneus, latas, potes, garrafas, lonas, louças sanitárias, baldes e tambores, entre outros objetos, que foram deixados pelos moradores nos portões das residências para recolhimento pelos caminhões da Prefeitura.

A ação foi executada nos bairros Parque Interlagos, Torrão de Ouro e Jardim Mesquita, na região sul da cidade.

A força-tarefa envolveu funcionários das secretarias municipais de Saúde (agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde), Proteção ao Cidadão (agentes da Defesa Civil); Manutenção da Cidade; e Governança (Relações Comunitárias).

O trabalho integrou o Dia D: Todos Juntos contra a Dengue, mobilização organizada pelas Defesas Civis dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso do Sul de ações de prevenção e combate ao mosquito nos municípios limítrofes destes estados.

Também foi montado um stand na praça Gunther Zolko, em frente ao Parque Ayrton Senna, no Parque Interlagos), que recebeu 342 vistantes. Eles foram orientadas e acompanharam ações educativas e recreativas.

Drones da Defesa Civil do Estado e da Guarda Civil Municipal de São José dos Campos também ajudarão na ação.

Aprovação popular

Moradores da região sul elogiaram a força-tarefa realizada pelo Governo do Estado de São Paulo e pela Prefeitura.

“Ações como esta são muito válidas. Parabéns pela iniciativa. Todos temos que nos unir para combater a dengue”, disse o autônomo Manoel Santos, que tem 62 anos e mora no Parque Interlagos.

“Todos devemos fazer nossa parte para evitar criadouros e a proliferação da dengue. Por isto, esta força-tarefa é fundamental”, afirmou a professora Cléia Lima Santos, que tem 36 anos e reside no Campo dos Alemães.

Colaboração

É essencial a colaboração dos munícipes, redobrando os cuidados e sendo cordiais com os agentes, deixando-os entrar na casa para avaliação dos quintais, vasos de plantas e ralos. Eles estão trabalhando para garantir a saúde de todos. Conheça os agentes.

Caso identifique terrenos abandonados ou locais que possam ser criadouros do transmissor da dengue, entre em contato pela central 156 (telefone, site e aplicativo).

Cuidados

Ações para evitar criadouros

• Evite o uso de pratinhos embaixo das plantas

• Evite planta aquática

• Não acumule entulho e lixo

• Faça sempre a manutenção de Piscinas e Fontes, utilizando produtos químicos líquidos

• Retire a água acumulada da laje

• Mantenha a lixeira sempre fechada

• Guardar pneus em lugares cobertos

• Guarde garrafas e baldes sempre virados para baixo

• Lave pelo menos duas vezes por semana, com água e sabão, os vasos usados ​​para servir água aos animais domésticos

• Mantenha bem tampados reservatórios e caixas d’água

• Mantenha a tampa do vaso sanitário abaixada

• Se a caixa de descarga não tiver tampa, é necessário fechar com plástico e fita adesiva

• Ao sair de casa, feche a tampa dos ralos internos ou cobertura com tapetes ou objetos

Mais informações e orientações

 

 

 


MAIS NOTÍCIAS

Secretaria de Saúde

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *